Close

10 Janeiro, 2017

Desejos para 2017 (Artigo publicado na Edição do dia 6 de Janeiro no Jornal “Notícias de Fátima”)

O período de festividades que acabamos de passar, para além da normal reunião em festas de família, é sempre propenso a que se faça uma reflexão do ano que finda e, bem assim, a que se projete para o novo ano aquilo que temos como maiores desejos e vontades de realização.

Ora, é com base nestes pressupostos que em 2017 o Conservatório de Música de Ourém e Fátima continuará, com o firme propósito que o tem caraterizado, em dinamizar e concretizar os seus projetos, quer os que se encontram consolidados, quer aqueles que se iniciarão, tudo na esteira da promoção de uma instituição que se quer de Qualidade e de Excelência.

Conscientes dos desafios que, contínua e diariamente, enfrentamos, renovamos a esperança de que num espírito de equipa, aliado a uma cultura associativa de participação cívica e de partilha, conseguiremos atingir, conjuntamente, os objetivos traçados para 2017, dos quais são de destacar:

A Estreia da OCF – Orquestra Clássica de Fátima, no dia 11 de fevereiro, pelas 19:30, no Cine-teatro Municipal de Ourém.

Seguindo a peugada que tem caracterizado o Conservatório, a criação da OCF, enquanto departamento desta instituição, tem como intuito principal dinamizar e incrementar, a nível profissional, a oferta artística no domínio da Música, ambicionando ser uma plataforma de dimensão nacional e até internacional, mas sempre, com enfoque ao nível local e às nossas raízes embrionárias. A OCF, para além da dimensão institucional que ambiciona representar, pretende transmitir a mensagem cultural de Fátima, com a interpretação de repertório específico e adequado, com a expectativa de ser reconhecida e apoiada pelas entidades locais entre outras.

Outro dos grandes desafios que tomamos para o ano que ora inicia, prende-se com a Requalificação do Grande Auditório do Conservatório de Música de Fátima, sito em Fátima. Fruto de um longo trabalho que vem sendo desenvolvido junto das entidades decisórias locais e, sobretudo, estribado numa parceria estratégica com a Autarquia Local (que muito tem apoiado e incentivado esta instituição) a expectativa é que, já em 2017, esta opus magnum venha a ser uma realidade.

Tal processo de requalificação, para além da mais valia que representa em termos de melhoria das qualidades de ensino dos discentes, permitirá, ainda, acolher a OCF, bem como servirá, de palco para o desenvolvimento de projetos que contribuam para o verdadeiro desenvolvimento cultural da nossa região.

Um dos outros grandes desafios que teremos para o novo ano, prende-se com as novas negociações que estão a ser encetadas com o Governo Português, no sentido de assegurar o financiamento do ensino especializado artístico. É neste sentido que esperamos, veementemente, que a Ensemble – Associação Portuguesa de Instituições de Ensino de Música, da qual o Conservatório de Música de Ourém e Fátima é parte integrante da Direção, consiga, perante a tutela, ser bem-sucedida nas negociações tendentes à manutenção dos contratos de patrocínio que possibilitam e garantam, in tempore, a democratização da aprendizagem da arte musical, acautelando a igualdade e equidade ao seu acesso.

Continuamos, assim, a assumir o firme propósito de contribuir para o desenvolvimento cultural do concelho onde estamos inseridos, mantendo os padrões de excelência e qualidade que fazem da instituição uma referência, não só na área da Música, mas, também, na Musicoterapia, na Dança e nas artes da Pintura e Desenho.

Ainda no que concerne para os grandes desafios do ano de 2017, não nos poderemos olvidar que no âmbito das Comemorações do Centenário das Aparições de Fátima, que tem como ponto alto a visita de Sua Excelência o Reverendíssimo Papa Francisco, é tempo de celebrar e transmitir a mensagem de Fátima. O Conservatório, em resposta ao convite que lhe foi dirigido será, com superior honra, um veículo de transmissão dessa mensagem colaborando, no âmbito das celebrações, com a realização de concertos e outras atividades de índole musical.

Terminando, cumpre-nos desejar a toda a comunidade um excelente Ano Novo e fazemos o grande voto e apelo para que 2017 seja um ano em que os líderes mundiais contribuam de uma forma autêntica, imparcial e eficaz para a Paz no Mundo, pois que, este é o supremo valor da Humanidade.

Um bem haja,

Alexandre de Sousa Rodrigues

(Diretor do Conservatório de Música de Ourém e Fátima)

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *